Quadro de Pessoal e Remuneração Individual

Para consultar o Quadro de Pessoal e a Remunerao Individual da Prefeitura de Resende, clique nos links abaixo:

FUNCIONÁRIOS ATIVOS | SERVIDORES EFETIVOS | COMISSIONADOS | CONTRATADOS

Como pesquisar no Quadro de Pessoal do Portal da Transparência:

- Ao pesquisar no link 'FUNCIONÁRIOS ATIVOS', clique no mês anterior ao atual para conhecer quem e quantos funcionários fizeram parte da última Folha de Pagamento. Em seguida, na aba 'SITUAÇÃO', clique em 'ATIVIDADE' e depois em 'CONSULTAR'.

- Em qualquer um dos links acima, no campo 'SITUAÇÃO', ao clicar em 'TODAS' será contabilizado o número de funcionários licenciados e ativos. Ao clicar em 'ATIVIDADE' serão contabilizados somente os ativos e ao clicar em 'LICENÇA' somente os funcionários licenciados.

- O item 'SERVIDORES EFETIVOS', na opção 'TODAS' em 'SITUAÇÃO', mostra o número de servidores concursados e os com estabilidade por terem ingressado no serviço público antes da Constituição de 1988, comissionados ou não.

- O item 'SERVIDORES COMISSIONADOS', na opção 'TODAS' em 'SITUAÇÃO', o resultado mostra a soma dos servidores efetivos que são comissionados e servidores que recebem Função Gratificada (FG) somados aos que são servidores em cargo de comissão.

- No item 'Total de servidores comissionados' o nmero que aparece obtido somando-se os servidores efetivos com 'cargos em comisso' com os que so somente cargos comissionados (cc's). Isso pode ser comprovado ao se pesquisar o link 'COMISSIONADOS'.

Para conhecer o Quadro de Pessoal e Remuneração Individual da Agência de Saneamento de Resende (Sanear), Clique aqui.

Os valores divulgados neste Portal são referentes à remuneração bruta dos funcionários e que podem, eventualmente, incluir adicionais legais, tais como adiantamentos, férias ou décimo-terceiro. Da mesma maneira, OS DESCONTOS são em sua forma bruta, incluindo os descontos legais e eventuais empréstimos consignados, pensões, convênios ou adiantamentos. Descontos de caráter pessoal não são exibidos por serem considerados informações de natureza privada e, por isso, estarem protegidos de divulgação, de acordo com a Lei de Acesso à Informação.

Segundo a Advocacia-Geral da União (AGU) "a divulgação da remuneração do servidor não viola sua privacidade, intimidade e, tampouco, a sua segurança, mas garante a transparência dos gastos públicos e contribui para a moralidade administrativa".

Solicitamos que quaisquer dúvidas ou encontro de inconsistências sejam informadas à Ouvidoria-Geral para o devido esclarecimento e/ou correção.

(Fonte: http://goo.gl/M8K5ej - Portal da Transparência do Governo Federal)